EGO

"Eu não sou promíscua. Mas sou caleidoscópica: fascinam-me as minhas mutações faiscantes
que aqui caleidoscopicamente registro."

(Clarice Lispector)

domingo, 3 de abril de 2011

fome

cães e lobos aprazem esse meu gosto
- mesma medida e proporção -
porque sou cruza estranha
interespécie
coisa de lince e serpente
nascida do ventre de Vênus
mestiça imperfeita e sem molde
fera que espreita, espera
o sinal de caninos saltados
nesses dias em que se mata a fome
com um tanto de morte
para satisfazer o que há, enfim, de vida,
de pulsar, de querer,
e voltar para a solidão
a que me condena o próprio corpo.

2 comentários:

R2MILIOLI disse...

Tenho algumas coisas em um estilo aproximado. Fora a conotação sexual que tinha uma certa vergonha de mostrar...perdi, felizmente, mas só agora. Seu texto como sempre diz, mesmo em uma vírgula, toda a firmeza e segurança que tens.

Ná,Naty,Natália... disse...

... Mostra lados que não são teus também...
mudando de lua? ou é impressão?!